Aprenda a Tocar Violão 01

03/11/2014 06:30

INTRÓITO

 

“O violão é um dos instrumentos mais difundidos no mundo,

atingindo todas as camadas sociais”

 

Dentre as pessoas que se dispõem ao estudo e a prática do violão, muitas não conseguem um desempenho favorável e eficiente, por lhes faltarem paciência, perseverança e boa vontade, tanto na parte prática bem como na teórica. Não basta ter apenas o desejo! É preciso agir com garra, afinco e interesse!

Portanto, se desejas aprender a tocar violão, não penses que você vai tornar-se em um grande violonista de um dia para o outro. Devemos prestar atenção nos exemplos dos grandes mestres. Eles sofreram pacientemente, até atingir os seus ideais nobilitantes.

Embora este seja um curso modesto, se você seguir todas as lições e colocar em prática o que aprender, com certeza não serás apenas um violonista medíocre!

“A natureza não dá saltos. A planta desenvolve-se paulatinamente; a estrada mais longa foi construída palmo a palmo.”

Desde o limiar do curso, você notará que as lições foram escritas de uma maneira simples e objetiva, evitando assim os grandes discursos e palavreados técnicos, que muitas vezes servem não para esclarecer o aluno, mas sim, para embaraçá-lo. Desde o início, serão ministrados exercícios fáceis, para, mais adiante, passarmos aos exercícios mais complexos. Ninguém sobe uma escada começando do quarto degrau, mas sim, do primeiro! Se não tiver paciência e boa vontade, os resultados positivos nunca virão.

Não desconheça a força criativa e poderosa que reside dentro de você. Jamais diga que não conseguirá tal coisa! Coloca-te acima da matéria e não esta acima de ti.

O estudo da música, como de qualquer ciência ou arte, exige dedicação, perseverança e sacrifício. Por outro lado, a perfeição pede tempo, trabalho e uma vontade duradoura!

Todo aquele que possua o desejo manifesto de aprender a tocar violão, encontrará neste curso, meios de colocar em prática os seus anseios. As lições lhe proporcionarão uma distração agradável, como também lhe darão a oportunidade de iniciar numa arte que lhe dará prazer em poder pulsar as cordas de uma das mais interessantes invenções do homem, um instrumento tão nosso como é o violão!

Estude com amor e paciência e você conseguirá!

Vamos, então, à nossa primeira aula.

 

PARTES DO VIOLÃO

(1ª Aula)

 

     Vamos conhecer agora as partes do violão:    

 

Partes do Violão      

As Cravelhas ou tarraxas, são peças mecânicas com um eixo e um botão plástico e servem para apertarem ou desapertarem as cordas, usadas portanto, para afinar o violão.

O Capotraste, pestana ou osso superior, é um pequeno pedaço de plástico ou osso, com pequenas fendas por onde passam as cordas.

Ele serve de guia para as cordas, mantendo a distância entre elas. Além disso, regula a altura das cordas em relação ao braço do violão, juntamente com o rastilho, que fica no lado oposto. Além de manter as cordas no lugar, através das ranhuras.

A Cabeça ou mão é a parte de madeira acima do Capotraste, onde são instaladas as tarraxas ou Cravelhas.

Os Trastes ou barrinhas de metal, dividem o braço do violão em casas. São pequenas peças metálicas semelhantes a trilhos, que são fixadas no braço do violão em sua parte frontal. Esta divisão serve para se obter as diversas notas musicais.

As Casas são as divisões que se encontram entre os trastes, no braço do instrumento.

A Ilharga é a parte lateral do violão; aquela que é formada por curvas.

O Tampo Harmônico, é a parte da frente do violão.

Na parte inferior do braço, junto ao corpo do violão, temos o Tróculo, que fixa o braço à lateral do violão. Na verdade, Tróculo e braço formam uma só peça.

A Roseta é o desenho que enfeita a Boca do violão.

As Marcações são aquelas bolinhas brancas ou pontinhos que se encontram tanto na parte frontal do braço do violão ou em sua parte superior, e servem para orientar o violonista no posicionamento de certos acordes ou notas.

A Boca do violão é a responsável por “captar” a vibração das cordas e devolver o som produzido no interior do corpo.

Assim como o Capotraste, o Rastilho também é uma peça removível e se fixa no Cavalete ou ponte; é uma peça de plástico na qual as cordas passam por cima. Ele tem também a função de manter as cordas numa determinada altura, em relação ao corpo e ao Braço do violão.

O Cavalete ou ponte  é colado ao tampo do violão. Como estas partes do violão têm contato com as cordas, há diferença de qualidade sonora entre peças de osso ou plástico.

O Corpo do violão, também conhecido como Bojo, é formado pelo Tampo Harmônico, Ilharga e fundo.

As Cordas em um violão tradicional, são seis. De nylon ou de aço. Cada corda tem um diâmetro diferente, sendo que as três mais grossas produzem sons mais graves e as três mais finas sons mais agudos. As cordas quando afinadas adequadamente, devem soar as seguintes notas:

 

- Corda 6 (A mais grossa) = E (Mi)

- Corda 5 = A (Lá)

- Corda 4 = D (Ré)

- Corda 3 = G (Sol)

- Corda 2 = B (Si)

- Corda 1 (A mais fina) = E (Mi) Duas oitavas acima da Corda 6.

Fique na expectativa da próxima aula.

Se tiver alguma dúvida, acesse o nosso Fórum e deixe lá o seu comentário ou pergunta!

IMPORTANTE: Para continuar acessando as outras aulas, se você ainda não fez sua inscrição neste curso de violão, clique aqui e faça imediatamente!

Veja Também:

Cursos

Baixista VIP

Curso de Bandolim

Aprendendo Teclado Online

Curso de Composição Musical

Técnica Para Guitarra Rock

ASSISTIR OUTRA AULA

Atenção: Se você quiser fazer o curso de uma forma completa e com mais rapidez, Clique Aqui.   

 

AJUDE O NOSSO SITE  

   

 

TREINAMENTO INTENSIVO DE CONTRABAIXO        

 

Aprenda 1 Ano de Aulas de Contrabaixo em 8 Semanas com o Treinamento Intensivo  EMPURRE SEUS LIMITES

 CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA ASSISTIR AO VÍDEO E SABER TODOS OS DETALHES DE TREINAMENTO INÉDITO...